quinta-feira, 14 de abril de 2016

Sonhos

Se existe um assunto que eu realmente gosto de falar é: sonhos. O que faz você acordar todos os dias de manhã? O que te faz feliz? O que te faz continuar? E acho que não existe maneira melhor de retomar o blog do que por esse assunto.
 
Considero-me uma sonhadora, nasci assim. Com a cabeça no mundo da lua, cheia de ideias impossíveis e vivendo em mundos imaginários. Não é à toa que virei escritora de uma saga de ficção fantástica.

Acredito que se descobre muito sobre uma pessoa a partir dos sonhos dela. Os que realizou, os que desistiu, os que ainda deseja alcançar e principalmente os que julga serem impossíveis. E são os impossíveis que eu acredito serem os mais importantes, porque não são todas as pessoas que os têm.

Um sonho “impossível” geralmente é aquele que está tão distante que não vemos como podemos alcançá-lo, mas isso não significa que não podemos alcançá-lo. É sempre necessário dar o primeiro passo, começar pequeno para depois se tornar grande. Talvez você realmente não consiga realizar o seu grande sonho, dependendo de quão mirabolante ele seja, (afinal somos sonhadores, mas também temos que ser realistas) mas com certeza irá chegar perto, estará no caminho que queria e finalmente se sentindo realizado.

Os grandes sonhadores sempre têm sonhos “impossíveis”.

Os sonhos te dão um objetivo de vida. Um ponto de luz para seguir. Se você sabe o que quer e para onde tem que ir, é mais fácil enxergar e cortar coisas que estão te afastando do seu objetivo, que não estão te agregando e em resumo estão fazendo você perder tempo. Ter um objetivo te ajudará a não se acomodar, manter-se em constante movimento, te tornará mais audacioso e te lembrará de nunca desistir.


Keep dreaming.

Nenhum comentário:

Postar um comentário